SetaNotícias

O USO DAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO

11/09/2013 | 12:57

É importante que haja não apenas uma revolução tecnológica nas escolas. É necessária a revolução na capacitação docente, pois a tecnologia é algo ainda a ser desmistificado para a maioria dos professores.

No contexto escolar atual, é impensável fazermos algumas tarefas sem a ajuda de um computador. Pilhas de cadernos, agendas e planilhas de papel foram substituídas por arquivos no computador, que facilitam o fechamento de notas, o controle de presenças, a emissão do histórico dos alunos, etc. Provas são ricamente elaboradas com o uso de softwares, internet e editores de texto. Chega um momento, porém, em que a presença de alguns recursos tecnológicos deve deixar de ser imprescindível apenas no espaço administrativo e ocupar seu lugar onde será mais útil e mais ricamente aproveitada: a sala de aula.

Os recursos tecnológicos na escola

É evidente a insatisfação dos alunos em relação a aulas ditas "tradicionais", ou seja, aulas expositivas nas quais são utilizados apenas o quadro-negro e o giz. O aprender por aprender já não existe: hoje, os alunos precisam saber para que e por que precisam saber determinado assunto. Essa é a típica aprendizagem utilitária, isto é, só aprendo se for útil, necessário para entrar no mercado de trabalho, visando ao retorno financeiro. A internet invade nossos lares com todas as suas cores, seus movimentos e sua velocidade, fazendo o impossível tornar-se palpável, como navegar pelo corpo humano e visualizar a Terra do espaço sem sair do lugar. É difícil, portanto, prender a atenção do aluno em aulas feitas do conjunto lousa + professor.

Então, por que fazer o mesmo quando se pode fazer diferente? Uma vez que os alunos gostam tanto de aulas que utilizam a tecnologia, por que não aproveitar essa oportunidade e usá-la a seu favor?

Por: Renata Beduschi de Souza

Fonte: http://www.grupoa.com.br/revista-patio/artigo/5945/o-uso-das-tecnologias-na-educacao.aspx

Separação
VOLTAR

SetaPor que Pelotas?

Em franca expansão populacional
e de investimentos, a Zona Sul do Estado
do Rio Grande do Sul abrange 23 cidades,
entre elas Pelotas.

Pelotas no Brasil

Zona Sul

850.000 HABITANTES

EXPECTATIVA DE
CRESCIMENTO
DE 12% AO ANO
ATÉ 2017

Predio

Com cerca de 350 mil habitantes, Pelotas respira cultura.
É referência no âmbito da educação superior e carrega
consigo a responsabilidade de ser a maior cidade
da região, movimentando a Zona Sul com sua
próspera agropecuária e comércio.

3
TEATROS

4
ESCOLAS TÉCNICAS

5
INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR

3
EMISSORAS DE TELEVISÃO

23
MUSEUS

Além do Aeroporto Nacional de Pelotas, a cidade possui excelente interação intermodal, considerando a proximidade com o Polo Naval do Rio Grande. Deste modo, o porto de Pelotas se encontra em franca expansão e com prospecção para instalação de empresas do setor naval. São destaques também os empreendimentos imobiliários, que fazem do município um ponto forte de encontro entre o setor da construção civil, tecnológico e serviços.

Empreendimentos

PATROCÍNIO TERA

Urbo

PATROCÍNIO GIGA

Vetorial Net

PATROCÍNIO MEGA

RCA Damovo

APOIO CULTURAL

Teatro Guarani e-cult

REALIZAÇÃO

Estima Mercados

INICIATIVA

 Bolsa Continental de Mercadorias

EVENTOS SIMULTÂNEOS

Sou CCPEL Sou WebPel

APOIO INSTITUCIONAL

Trino Polo Softsul Sepro RGS Sucesu RGS Prefeitura de Pelotas
Abradi-RS Ministério da Ciencia e Tecnologia e</a> Inovação Azona Sul Bits ASSESPRO PROCERGS
Separação

Telefone+55 53 3025 6323